Início > Arquivo Noticias > Futebol > 1988: Quando o Leão travou o Dragão
Segunda, 06 Dezembro 2021
1988: Quando o Leão travou o Dragão PDF Versão para impressão Enviar por E-mail
Sábado, 16 Abril 2011 20:39

Foto: Sporting - Porto em 1988Os dragões já terminaram sete vezes o campeonato só com uma derrota. Belenenses e Sporting, por duas vezes cada, Estoril, Braga e Boavista foram os responsáveis pela desfeita. E foram os leões os últimos a conseguir travar o dragão a caminho do campeonato perfeito.

Era Tomislav Ivic o treinador, quando pela última vez o Futebol Clube do Porto esteve perto de terminar a liga sem uma derrota.

Corria a época de 1987/88, e depois de terem empatado nas deslocações à Luz e ao Restelo, os dragões entravam no velho Estádio José de Alvalade com o objectivo de manter a invencibilidade.

 

O Porto seguia isolado na liderança com oito pontos de avanço sobre o Benfica, enquanto o Sporting seguia lá atrás em sexto com 17 pontos de atraso para o primeiro.

Os leões - comandados por António Morais que tinha substituído Keith Burkinshaw após a 19ª jornada – tentavam limpar a má imagem da época, enquanto por seu turno, os portistas chegavam à partida com o recorde impressionante de estarem há 2610 minutos sem conhecer o amargo sabor da derrota.

Cinquenta e cinco mil acorreram ao recinto do leão para assistir à partida. O golo de Paulinho Cascavel no primeiro minuto da segunda parte foi o primeiro bruaá nas bancadas, que aos 74 minutos, explodiram após o golo do lateral direito Mário Jorge.

No minuto seguinte, Jorge Plácido reduziu e acalmou a euforia leonina, mas até ao fim os leões aguentaram as investidas dos azuis, e quando Carlos Valente apitou para o final confirmava-se a primeira e única derrota do F.C. Porto nesse campeonato Nacional.

 

In zerozero.pt

 


Ítems Relacionados:

 

Redes Sociais

  • Facebook Page: 204936909525135
  • Twitter: scpmemoria
  • YouTube: scpcpmemoria

Escolher Campeonato

RSS Notícias

rss_videos Notícias

Siga-nos no Facebook

header_wikisporting