Início > Arquivo Noticias > Futebol > Carrillo queixa-se de racismo
Terça, 31 Janeiro 2023
Carrillo queixa-se de racismo PDF Versão para impressão Enviar por E-mail
Terça, 06 Março 2012 11:53
120306_capa_ojogoO Sporting avançou, para a secção profissional do Conselho de Disciplina da Federação Portuguesa de Futebol (FPF), com uma participação disciplinar contra o jogador Miguelito do Vitoria de Setúbal por aquilo que considera conduta injuriosa, provocatória e racista, assumida de forma ostensiva e repetida no jogo de sábado passado, no qual o extremo dos leões, o peruano André Carrillo, foi expulso já após o apito final da árbitro André Gralha por agressão ao camisola 5 da equipa da casa.

Os leões sustentam que, no decorrer da segunda parte, Miguelito foi ofendendo Carrillo, nomeadamente com as expressões "Vai para p... que te pariu!" e "Vai para o "ca...". A participação da SAD leonina ao Conselho de Disciplina da FPF alega ainda que, já depois do término da partida, Miguelito terá abordado outra vez André Carrillo:  "És um preto do ca...!" e "Nasceste preto, vais ser preto toda a vida!" terão sido as injúrias e ofensas à dignidade do camisola 18 do Sporting, que terá reagido a quente agredindo o canhoto sadino. De resto, a SAD dos leões reporta que este último incidente teria sido presenciado pelos companheiros de Carrillo Matías Fernández e Santigo Arias.


Os leões evocam o artigo 128º do Regulamento Disciplinar da Federação ("Das injúrias e ofensas à reputação"), que prevê que "que os jogadores que usem expressões, verbalmente ou por escrito, ou façam gestos de carácter injurioso, difamatório ou grosseiro, contra outros jogadores, sejam punidos com suspensão de 1 a 3 jogos e multa de €125 a €1250". A participação leonina faz o agravamento da queixa ao referir o artigo 128º-A do mesmo Regulamento Disciplinar ("Os comportamentos discriminatórios em ordem da raça, religião ou ideologia"); é aí discriminado que "os jogadores que tenham comportamentos que atentem à dignidade humana, em função da raça, cor, língua, religião ou origem étnica, são punidos com a pena de multa de €2000 (dois mil euros) a €10 000 (dez mil euros)".

Carrillo estará suspenso no jogo do próximo dia 11, a receção ao V. Guimarães, depois de ter reagido a alegadas provocações e insultos de teor racista no final da... 9ª Semana contra o Racismo e a Violência no Desporto, promovida pelo Sindicato dos Jogadores.

Miguelito não comenta por enquanto

"Não vou comentar nada. Vou esperar para ter conhecimento do que me estão a acusar para, juntamente com o Vitória, tomar as melhores medidas", defendeu Miguelito, quando confrontado por O JOGO relativamente à participação do Sporting ao Conselho de Disciplina da FPF. Mesmo informado pelo nosso jornal de que o teor das acusações era de carácter racial, o jogador do Vitória de Setúbal não se quis alongar. "É a palavra deles contra a minha. Se dizem que têm testemunhas, eu também tenho colegas que presenciaram tudo e até mesmo companheiros de cor na equipa que podem testemunhar sobre o meu comportamento a esse nível. Nada tenho a comentar, portanto, sobre assunto. Pelo menos para já", rematou o esquerdino sadino, alvo da participação disciplinar da SAD leonina por alegada conduta insultuosa e comportamento a atentar contra a dignidade humana em função da raça e cor.

 

In ojogo.pt


Ítems Relacionados:

 

Redes Sociais

  • Facebook Page: 204936909525135
  • Twitter: scpmemoria
  • YouTube: scpcpmemoria

Escolher Campeonato

RSS Notícias

rss_videos Notícias

Siga-nos no Facebook

header_wikisporting