Início > Arquivo Noticias > Futebol > Carlos Freitas : «Foi demasiado vergonhoso»
Segunda, 06 Dezembro 2021
Carlos Freitas : «Foi demasiado vergonhoso» PDF Versão para impressão Enviar por E-mail
Segunda, 19 Março 2012 03:00
120319_carlos_freitasDIRETOR CRITICA DURAMENTE BRUNO PAIXÃO

Carlos Freitas surgiu na zona mista do Estádio Cidade de Barcelos visivelmente insatisfeito com a arbitragem de Bruno Paixão, na derrota do Sporting com o Gil Vicente. No entender do diretor-desportivo leonino, o juiz setubalense tem já um longo currículo contra o clube verde e branco.

"O historial de Bruno Paixão é por demais conhecido. Já sonegou uma Liga dos Campeões ao Sporting em 2003/04, quando se entreteu a expulsar dois jogadores no último quarto de hora. O que se passou hoje só não dá vontade de rir porque isto são coisas sérias", disse Carlos Freitas, acrescentando que os leões têm sido "sistematicamente prejudicados" esta temporada.

 

 

"A única forma de resolver isto é banir alguns agentes", disparou

"Desde a 1.ª jornada, depois com Proença na 3.ª e com este mesmo Bruno Paixão na 7.ª jornada em Guimarães. Hoje talvez tenha sido o caso mais escandaloso mas é uma sensação que decorre desde a 1.ª jornada. O que se passou aqui foi demasiado vergonhoso para deixarem passar em claro", disparou, embora admitindo que a fraca campanha leonina também se deve a erros próprios: "Houve jogos onde não fomos suficientemente competentes. Mas os 7 pontos das primeiras três jornadas marcaram de forma indelével. Hoje [Bruno Paixão] não inclinou o campo, resolveu o jogo."

 

Desafio a Vítor Pereira


Na sequência do acto de solidariedade dos árbitros para com os colegas castigados, nomeadamente João Ferreira, por se terem recusado a apitar um encontro do Sporting, Carlos Freitas lançou um apelo ao líder do Conselho de Arbitragem da FPF.

"Será altura do senhor Vítor Pereira, o líder da classe, de explicar o que se passou nos testes físicos no Luso. Esta classe não tem dimensão nem história para melindrar uma instituição centenária", referiu.

Questionado sobre qual a solução para o problema das arbitragens, Carlos Freitas voltou a ser particularmente duro com Bruno Paixão. "Já chegámos à conclusão de que com exposições e audiências este tipo de arbitragem não será solucionada. O Sporting não está a ver como vai mudar as coisas, enquanto a qualidade for igual à deste senhor. A única forma de resolver é alguns agentes serem banidos! Este é um deles."

 

In record.pt


Ítems Relacionados:

 

Redes Sociais

  • Facebook Page: 204936909525135
  • Twitter: scpmemoria
  • YouTube: scpcpmemoria

Escolher Campeonato

RSS Notícias

rss_videos Notícias

Siga-nos no Facebook

header_wikisporting