Início > Arquivo Noticias > Futebol > Moutinho. Uma viagem com 30 meses de atraso
Quarta, 20 Outubro 2021
Moutinho. Uma viagem com 30 meses de atraso PDF Versão para impressão Enviar por E-mail
Terça, 16 Fevereiro 2010 09:48

100216_joao_moutinhoCapitão joga hoje em Goodison Park. Continua de verde e com vontade de brilhar... para sair

 

- João, tu falas amanhã.

- Não, vou falar hoje. E agora.

- Mas o combinado não era isso!



- Quero falar já hoje. Podemos começar?

João Moutinho pousa o saco no chão, ainda olha para o elemento da comunicação do Sporting que tentava seguir o plano estabelecido e enfrenta os jornalistas na primeira intervenção pública como novo capitão do Sporting. Uma pergunta sobre o jogo com o Blackburn Rovers (Torneio do Guadiana), outra sobre a condição física - tudo de circunstância -, até chegar a bomba.

- O Sporting rejeitou uma oferta do Everton mas já tem conhecimento da minha vontade. Espero que cheguem a acordo.

- Mas qual é a sua vontade?

- A minha vontade, por razões pessoais, é sair do Sporting e ir para o Everton.

Estávamos no final de Julho de 2007. Hoje, 30 meses depois, o médio vai cumprir o desejo de pisar o relvado de Goodison Park. Ainda de verde-e-branco, mas com vontade de se mostrar para, no final da época, poder finalmente ser vendido.

Há, mesmo assim, uma diferença: na altura o internacional tentava uma fuga para a frente em termos pessoais; agora ambiciona dar mais um passo em frente na carreira. E interessados não parecem faltar ainda hoje: além do Everton - que, nessa fase, só deu 15 milhões de euros sabendo que o mínimo seria 20 -, o Zenit vai chegar aos 16 milhões (mais o passe de Fernando Meira) e o Lyon quer garanti-lo no Verão por 20.

Três anos e meio depois, o médio superou os problemas familiares e resolveu as dificuldades financeiras resultantes do avultado investimento num complexo desportivo em Estombar (Lagoa), onde agora funciona a escola academia Sporting João Moutinho, gerida pelo pai (ex-jogador de Benfica ou Portimonense) e pelos irmãos. O empresário continua a ser o israelita Pini Zahavi, a hipótese de perder a braçadeira caiu por imposição de Paulo Bento, as polémicas pelo encontro com Pinto da Costa num restaurante do Porto (casual, ao que consta) e por ter afirmado que nasceu benfiquista parecem esquecidas. Mas o jogo 50 nas competições europeias corre o risco de ser o último que faz de leão ao peito como visitante.

ANTECIPAÇÃO Se Moutinho vai atrasado, Izmailov está no pólo oposto. Na véspera de um encontro fundamental para os leões, a SAD comunicou que retomou as negociações com o Lokomotiv para a venda do russo. Tudo para não pagar uma multa à CMVM por omissão de informação relevante. Hoje será conhecida a factura desportiva de tantas reuniões.

 

In ionline.pt


Ítems Relacionados:

 

Redes Sociais

  • Facebook Page: 204936909525135
  • Twitter: scpmemoria
  • YouTube: scpcpmemoria

Escolher Campeonato

RSS Notícias

rss_videos Notícias

Siga-nos no Facebook

header_wikisporting