Início > Arquivo Noticias > Futebol > Zapater pronto para jogar
Domingo, 28 Novembro 2021
Zapater pronto para jogar PDF Versão para impressão Enviar por E-mail
Terça, 10 Agosto 2010 20:47
Foto: ZapaterAlberto Zapater é a última novidade do plantel verde e branco, contratado na sequência da transferência de Miguel Veloso para o Génova, e deve ter no próximo jogo do Sporting a primeira oportunidade para mostrar serviço. O médio espanhol chegou apenas na semana que passou, mas trabalhava já com o Génova, com quem efectuou a pré-temporada, ao duro estilo italiano [ver peça na próxima página], apresentando-se em condições físicas adequadas para a competição. Aliás, durante o fim-de-semana, em que a maior parte do plantel gozou dois dias de folga, Zapater trabalhou na Academia, para nivelar a sua condição com a dos novos companheiros.


Assim, o jovem médio que foi ídolo em Saragoça antes de tentar a aventura transalpina, corre por um lugar no onze do leão para a partida com o Paços de Ferreira, beneficiando da lesão que afastou Pedro Mendes da competição - fez um estiramento no joelho durante o encontro da primeira mão da terceira pré-eliminatória da Liga Europa, diante do Nordsjaelland.

Em causa está a escolha entre Zapater e André Santos, que assumiu a titularidade na segunda mão com o Nordsjaelland, já que Maniche tem o seu posto assegurado - chegou durante o defeso, mas de imediato demonstrou que é peça essencial nos planos do treinador, apontando mesmo o golo da tranquilidade no que ao apuramento para o play-off da Liga Europa dizia respeito. A vantagem está, porém, do lado de Zapater, uma vez que, apesar das boas indicações fornecidas pelo ainda mais jovem André Santos, este só poderá participar num único treino do ciclo de preparação para este encontro, uma vez que se encontra ao serviço dos sub-21 e só regressa na noite de quinta-feira.

A decisão de Paulo Sérgio será tomada ao longo da semana de trabalho, mas é certo que o camisola 21 está confiante e determinado num bom arranque para esta nova etapa da sua carreira e via com bons olhos a oportunidade de se estrear na jornada inaugural do campeonato - isso mesmo garante a O JOGO o representante do atleta, Gines Carvajal.

As opções

Pedro Mendes

É o esteio do meio-campo leonino e, apesar de estar no Sporting há apenas sete meses, já tem lugar entre os capitães. Vai, contudo, perder os primeiros jogos da temporada devido a uma lesão no joelho direito. Porta aberta a outro.

Maniche

Contratado neste defeso, de imediato assumiu um papel fundamental na equipa. Neste momento é indiscutível na estrutura montada por Paulo Sérgio e quer apenas saber quem vai jogar ao seu lado, em Paços de Ferreira, no centro do meio-campo.

André Santos

Emprestado ao Leiria na época transacta, demonstrou notável maturidade. De regresso a Alvalade, tenta conquistar espaço no seio da equipa principal. Foi titular ante o Nordsjaelland e corre por um lugar na primeira jornada.

Ginés Carvajal
"Alinhe já ou não, será ídolo"


A utilização imediata de Alberto Zapater em Paços de Ferreira na primeira ronda da Liga não é uma certeza e muito menos uma preocupação para Ginés Carvajal, representante do espanhol. O agente deposita a maior fé no reforço leonino, deixando a garantia: "Não sei se ele vai jogar já ou não no próximo jogo, mas de uma coisa estou seguro: ele tem tudo para ser um ídolo no Sporting. Temos falado bastante ao telefone, ele disse-me maravilhas do clube, das pessoas, da forma como foi recebido e da própria cidade de Lisboa. Pela sua seriedade e qualidade futebolística, ele é um 'chico' com tudo para se dar muito bem em Portugal". O representante de El Toro consubstanciou o seu sentimento também ao falar da adaptação, que nem considera um obstáculo: "A vida e o futebol em Portugal são quase iguais ao que temos em Espanha. A ambientação dele nunca será um problema. Zapater está no clube certo, pronto a ganhar um lugar e títulos."

Versatilidade também é trunfo a explorar

A utilidade de Zapater no plantel leonino também poderá ser explorada em função da sua versatilidade. Para já, o espanhol é visto como médio-centro, capaz de actuar no duplo pivô escalado por Paulo Sérgio para a zona central do sector intermédio, mas, no futuro, pode vir a ser utilizado em funções diversas: médio-defensivo de raiz, também conhece bem o corredor direito do meio-campo e até já foi utilizado como defesa, no mesmo corredor.

Giuseppe Materazzi
"Itália dá-lhe uma grande vantagem"

Giuseppe Materazzi. Lembra-se? O antigo treinador do Sporting, que preparou mas só fez o início da época 1999/00 - saiu após a 5ª ronda -, temporada essa que acabou por ser coroada com a famosa quebra do jejum de títulos, conversou com O JOGO sobre a contratação de Zapater ao futebol italiano, e da vantagem que o espanhol possui ao ter feito boa parte da pré-temporada ainda ao serviço do Génova.

Conhecido na sua curta passagem por Portugal pelo duro estágio de pré-temporada que ministrou, o homem que teve como última experiência profissional três dias (!) na Roménia como treinador do Brasov brincou com a recordação, mas falou da importância inerente ao trabalho que Zapater desempenhou até aqui. "Ainda se lembram daquela minha pré-temporada em 1999? Pois é, mas trouxe os seus benefícios mais tarde", recordou o homem que abriu caminho ao título de campeão, concluindo: "Neste caso concreto, penso que representa uma vantagem para Zapater trazer esse trabalho já de Itália. Ali, a base parte sempre da vertente atlética, não se trabalha tanto com bola nos primeiros treinos. O jogador irá suportar bem o esforço durante a época, exactamente por ter uma base diferente."

Sempre afável, o técnico transalpino não tem a mais pequena dúvida de que o médio foi uma boa contratação: "Zapater é um excelente reforço. Ele fez uma boa época aqui na Serie A, mas eu já o conhecia dos tempos do Saragoça. Embora ele não tenha acusado nenhuma dificuldade de adaptação ao nosso estilo de jogo, penso que jogar em Portugal assenta-lhe melhor." Materazzi justificou deste modo tal opinião. "Como todos sabemos, o futebol em Itália é mais táctico por definição. Não se deixa tanto espaço aberto para os jogadores se exprimirem tacticamente, o que ainda se pode verificar na liga portuguesa, por exemplo. Zapater é um futebolista que sabe utilizar o físico, mas tem excelente leitura de jogo e boa presença no meio-campo. Vai dar muito ao Sporting, espero", perspectivou.

 

In www.ojogo.pt


Ítems Relacionados:

 

Redes Sociais

  • Facebook Page: 204936909525135
  • Twitter: scpmemoria
  • YouTube: scpcpmemoria

Escolher Campeonato

RSS Notícias

rss_videos Notícias

Siga-nos no Facebook

header_wikisporting