Início > Arquivo Noticias > Futebol > Declarações de Costinha fazem estalar o verniz em Alvalade
Terça, 25 Janeiro 2022
Declarações de Costinha fazem estalar o verniz em Alvalade PDF Versão para impressão Enviar por E-mail
Terça, 08 Fevereiro 2011 16:05

110208_costinhaCostinha, director desportivo do Sporting, lançou mais uma bomba ao clube de Alvalade. O director classificou a transferência de Liedson para o Corinthians de "ruinosa" e demarcou-se do negócio, afirmando que tanto ele como treinador leonino, Paulo Sérgio, apenas souberam da saída do jogador leonino "na parte final" da operação.

"Foi um negócio vantajoso a nível financeiro mas a nível desportivo o Sporting fica a perder, foi um negócio ruinoso", disse Costinha, numa entrevista à Sport TV.

Para o antigo jogador de futebol não faz sentido o Sporting vender um ponta-de-lança quando o clube precisa de um jogador que ocupe essa posição. "Sei que o negócio foi feito, o Liedson foi embora e não entrou ninguém", disse Costinha, acrescentando: "Se amanhã se aleija mais um ponta de lança, vamos continuar só com um ponta de lança?".

 

Claramente indignado por não ter sido informado do negócio, mais cedo, Costinha lamentou ainda a não-contratação do francês Trezeguet.

Face às declarações de Costinha, Dias da Cunha, antigo presidente do Sporting, concordou com as palavras do director desportivo e lamentou a venda de um "espantoso ponta de lança". Já Dias Ferreira, presidente da mesa da Assembleia Geral do clube de Alvalade, parece não ter gostado das palavras de Costinha, afirmando que: "as pessoas neste momento estão numa situação de tal instabilidade que se calhar dizem coisas que não lhes apetecia dizer".

Abrantes Mendes, candidato à presidência do Sporting em 2006, reagiu às declarações de Costinha dizendo: "Independentemente de se gostar ou não do senhor Costinha, ele tem razão em muita coisa que diz, nomeadamente de aquilo ser um clube sem rei nem roque e de ter uma política que tem afastado completamente os sócios do clube".

 

Abrantes Mendes acrescentou ainda, em entrevista ao Sapo, a razão para tais desabafos tem que ver com o facto de Costinha estar "farto" da situação no Sporting, pelo que apenas "lhe resta um caminho neste momento, perante este tipo de entrevista. É a saída de cena".

Quem também já se manifestou foi Braz da Silva. O candidato à presidência do Sporting diz que "se fosse presidente do Sporting não faria nada, porque isto não teria acontecido". "Isto mostra o estado a que o clube chegou e o porquê da minha candidatura: é mesmo um novo caminho para que situações dessas não possam acontecer no Sporting. O mais importante é percebermos que a partir de agora existe um rumo diferente e não existe espaço para situações dessas."

 

In ionline.pt


Ítems Relacionados:

 

Redes Sociais

  • Facebook Page: 204936909525135
  • Twitter: scpmemoria
  • YouTube: scpcpmemoria

Escolher Campeonato

RSS Notícias

rss_videos Notícias

Siga-nos no Facebook

header_wikisporting